15.5.20

cuidado com o excesso de sexo e com o que faz ao corpo

Já todos nós ouvimos dizer que a falta de sexo tem efeitos negativos no corpo e que poderá mesmo levar a problemas de saúde. E será que o oposto é também um problema? Será que deveremos ficar preocupados com o excesso de sexo? Sim! E que o diz é Maria Fernanda Peraza Godoy, uma especialista na área da sexualidade. A médica revela, em declarações ao Daily Star, que sexo a mais pode transformar-se num problema.

"Se a falta ou excesso de sexo causar um problema pessoal e persistente, então passa a ser um problema", defende a urologista que é co-fundadora do Healthy Pleasure Collective. "Estar atento à nossa saúde sexual, que está provado ter muitos benefícios além do prazer, é algo que vai além da quantidade", acrescenta. "Por isso, podes ter o sexo que quiseres desde que não seja um problema para ti ou para a tua parceira", argumenta.

A médica realça ainda que não é o facto de teres mais relações sexuais que fará com que sejas sexualmente mais saudável. Pois é algo que está igualmente associado à satisfação. Sendo essencial que percebas quanto sexo é que o seu corpo consegue aguentar, quando estás a ter uma vida sexual mais activa do que o normal.

"Se estiveres a ter muito sexo e estiveres feliz com isso, os benefícios são imensos", explica a especialista. "Pode melhorar o teu sistema imunitário, ajudar ao melhor funcionamento do coração e ajudar a prevenir doenças", salienta. Ainda assim, o excesso de sexo poderá dar origem a problemas, principalmente nas mulheres. "Para elas, muita actividade sexual pode causar irritação na zona da vagina, bem como dar origem a outros problemas como infecções", refere.

"Assim que a irritação surgir, deverás parar de ter relações sexuais para que a condição não piore. Este tipo de irritação na vagina pode resultar da falta de lubrificação, por isso usa sempre lubrificantes de alta qualidade. Por isso, aquilo que acontece ao teu corpo quando tens muito sexo e estás feliz com isso, é que passas a ser uma pessoa mais feliz e realizada", conclui.

Sem comentários:

Publicar um comentário