21.5.20

materazzi confessa o que levou zidane a dar-lhe a famosa cabeçada

9 de Julho de 2006. Esta é uma data que nunca sairá da memória de Zinedine Zidane, pelas mais variadas razões. Foi neste dia que o jogador francês colocou um ponto final numa carreira brilhante. O último jogo do actual treinador do Real Madrid fica também marcado por uma derrota na final do Mundial da Alemanha, frente à Itália. A isto junta-se um episódio que ainda hoje dá que falar. Aos 110 minutos do prolongamento, o francês deu uma cabeçada a Marco Materazzi, acabando expulso.



Vamos agora olhar para o início do jogo. França e Itália encontravam-se na final do Mundial. Aos 7 minutos, Zidane inaugurava o marcador. Parecendo assim estar lançado para um grande jogo de despedida. Aos 17 foi a vez de Materazzi empatar a partida. O jogo acabou assim e seguiu-se o prolongamento. Foi então que o mundo ficou boquiaberto com a agressão de Zidane, que sempre foi visto como um jogador exemplar. Apesar da expulsão, o empate manteve-se e a Itália acabou por levar a melhor nas grandes penalidades (5-3).

“Após o primeiro choque, pedi desculpa e ele reagiu mal”


Passaram 14 anos desde a final e aquilo de que ainda se fala é da cabeçada de Zidane a Materazzi. Afinal, o que aconteceu no relvado? Agora, e através de um directo no Instagram, o ex-jogador italiano revela finalmente aquilo que disse a Zidane e que acabou por motivar a fúria do antigo médio francês. À história junta-se Lila, irmã de Zinedine Zidane.

"Tivemos um contacto na área e ele estava perto de marcar um golo na primeira parte do prolongamento", começa por recordar Materazzi. "Então, Gattuso pediu-me para o marcar bem", prossegue. "Após o primeiro choque, pedi desculpa e ele reagiu mal. Ele disse que me daria a sua camisola mais tarde e respondi que preferia a sua irmã", conclui o antigo central italiano. O resto da história foi aquele que todo o mundo viu em directo. E que aqui está revelado, com mais humor, num gif.

Sem comentários:

Publicar um comentário