16.5.20

óscares têm novas regras (e a culpa é do coronavírus)

Ao longo dos últimos meses a indústria do cinema tem estado praticamente parada. Filmes com estreia adiada e filmagens suspensas são apenas duas das consequências da pandemia de coronavírus. Agora, chega a informação de que também os Óscares se ajustam à doença do momento. Para isso, o principal evento dedicado ao cinema passa a contar com novas regras.

Uma das regras dos Óscares obrigava a que um filme a concurso estivesse, pelo menos, sete dias num cinema comercial de Los Angeles, nos Estados Unidos da América. Neste momento, e de forma temporária, esta medida fica suspensa. Ou seja, as longas-metragens passam a poder ser lançadas em formato digital, sem passar pelos cinemas.

Mas isto, por si só, também não chega para que concorra à famosa estatueta dourada. É fundamental que o filme, que acabou por ser lançando em streaming, tivesse um plano prévio de lançamento nos cinemas. Além disso, a Academia tem de ter acesso à longa-metragem 60 dias antes desta ser divulgada em streaming ou video on demand. "A Academia acredita que não há melhor maneira de experimentar a magia dos filmes do que ve-los num cinema", começa por dizer David Rubin, presidente da Academia, através de comunicado.

"O nosso compromisso com isso é inalterado e inabalável. No entanto, a pandemia historicamente trágica da covid-19 exige essa excepção temporária às nossas regras de elegibilidade para os prémios. A Academia apoia os nossos membros e colegas durante este período de incerteza. Reconhecemos a importância do seu trabalho ser visto e comemorado, especialmente agora, quando o público aprecia filmes mais do que nunca", acrescenta.

Assim que os cinemas reabrirem, voltando à normalidade, a regra dos sete dias volta a ser imposta. Filmes que já tenham sido lançados em streaming não estão obrigados a um lançamento nos cinemas. A Academia fez também saber que irá eliminar uma categoria. A mistura de som e a edição de som vão ser combinadas numa só. Assim, as categorias a concurso passam a 23. Além disso, e pela primeira vez, todos os membros da Academia serão convidados a participar na fase preliminar de votos para os filmes internacionais. A próxima cerimónia de entrega dos Óscares está agendada para 28 de Fevereiro de 2021.

Sem comentários:

Publicar um comentário