14.6.20

fica a saber qual a profundidade ideal do agachamento

Podes estar no no ginásio, a treinar com amigos ou mesmo sozinho. Em qualquer destes cenários existe um tema que dá para muitas conversas. Este envolve o agachamento, um dos exercícios mais populares do momento. Que consegue ter a sua dose de controvérsia quando se debate a profundidade ideal do movimento. E a verdade é que existem as mais diversas opiniões para este tema.

Existe um grupo que defende que o agachamento não está a ser bem feito enquanto as pernas não tocarem nas panturrilhas. Se não o estiveres a fazer, o exercício não estará a ser feito da melhor forma e aquilo que poderias ficar a ganhar, está longe de ser o ideal. Há um outro conjunto de pessoas que defende que o movimento só deve ser feito até as coxas ficarem paralelas ao chão. Isto porque, defendem, ir mais longe irá aumentar a tensão nos joelhos. Algo que poderá dar origem a lesões.

Posto isto, afinal quem é que está correcto? Podemos dizer que ambos os grupos. Até porque há um detalhe muito importante, que deverás ter sempre em mente. A profundidade ideal do agachamento irá depender sempre da tua anatomia e biomecânica. Ou seja, deverás descer o mais baixo que conseguires, desde que o faças de forma perfeita. Vai o mais baixo que puderes, mantendo as costas direitas, o peso todo nos pés (não levantes os calcanhares) e os joelhos alinhados com os dedos dos pés. Aí tens a profundidade ideal para ti.

Sem comentários:

Publicar um comentário