13.6.20

papu gómez, o jogador que só queria morrer por não ir para o atlético de madrid

Aos 32 anos, Papu Gómez é uma das estrelas da Atalanta, a equipa italiana que estava a ser uma das grandes surpresas a nível europeu antes da paragem das competições de futebol. O avançado argentino tem brilhado em campo com a braçadeira de capitão da equipa, mas tudo poderia ter sido diferente. O jogador veio agora a público revelar que esteve muito perto de assinar pelos espanhóis do Atlético de Madrid.

Tudo aconteceu no verão de 2013, altura em que Papu Gómez defendia as cores dos italianos do Catania. Foi nessa altura que o jogador teve uma reunião com Diego Simeone, treinador da equipa madrilena. Ambos acertaram a transferência e o argentino meteu na cabeça que iria mudar-se para a capital espanhola. Só que o negócio caiu por terra. Tudo porque os clubes não conseguiram entender-se em relação a uma diferença de quatro milhões de euros. "Queria morrer", diz Papu Gómez.

"Estava na Argentina com Simeone e um dia fomos almoçar. Ele disse-me que, quando voltasse à pré-temporada, me pedia como reforço para o Atlético de Madrid. O Catania pediu dez milhões de euros e eles ofereceram seis. Eles não me venderam por esses quatro milhões e eu queria morrer", disse em conversa com o jornalista argentino Martín Reich, no programa Smoke Free. A transferência acabou por não acontecer, mas Papu Gómez conseguiu atingir o seu melhor patamar na Atalanta.

Não deixa de ser curioso que nesse mesmo ano (2013), Papu Gómez deixou o Catania por sete milhões de euros. Foi esse o valor que os ucranianos do Metalist pagaram ao Catania. Um ano depois voltava a Itália. Com a Atalanta a pagar 4,47 milhões de euros pelo passe do argentino. Nesta época, Papu Gómez soma sete golos e 12 assistências em 33 jogos. O que faz com que seja um dos jogadores imprescindíveis para o treinador Gian Piero Gasperini.

Sem comentários:

Publicar um comentário