17.6.20

g-shock sá a conhecer o primeiro relógio de mergulho analógico

Mais um filho para a já longa e feliz família G-Shock. Desta vez, a gama de relógios de mergulho passa a contar com o GWFA1000-1A2. Trata-se do primeiro relógio de mergulho analógico que a marca coloca no mercado. Um dos destaques vai para a caixa de resina que é reforçada com fibra de carbono. Este Frogman foi criado a pensar na resistência ao choque e também à água.

Na caixa, o destaque vai para as cores preto e prata. É impossível não reparar nos dois displays, um para o tempo e outro para as marés de mergulho. Sendo este último ideal para aqueles que são adeptos do mergulho. O GWFA1000-1A2 acaba por ser uma das versões mais legíveis de um Frogman. Os ponteiros luminescentes acabam por ter uma excelente leitura debaixo de água.

Mas há mais para descobrir no novo G-Shock. Como é o caso da ligação Bluetooth com recurso à aplicação Connected da marca. Nesta, existe um conjunto de funções adequadas ao novo modelo. Como é o caso de registos de mergulho e uma configuração de pontos de maré. Que possibilita a escolha entre uma lista de pontos de mergulho observados em todo o mundo. Ou adicionar um novo.

A nível de materiais, a G-Shock apostou na qualidade. Como é o caso do cristal de safira sem reflexo. Já a bracelete é feita de fluoro-elastómero, resistente a manchas, que resultam de uma imersão repetida. Apesar de ser um relógio de mergulho, pode dizer-se que o GWFA1000-1A2 foi pensado para usar tanto no mar como em terra. A nova aposta da G-Shock chega ao mercado em Junho com um preço de 725 euros.

Sem comentários:

Publicar um comentário