16.9.19

estás no tinder? cuidado com os tubarões

Quem está no Tinder sabe que corre alguns riscos. E estou a falar no momento em que se decide marcar um encontro pessoalmente com alguém. Nesta altura é praticamente impossível não ficar a pensar em determinados detalhes. Será que é igual às fotografias? E será que age da maneira que aparenta? Ou será tudo um esquema para tentar ter sexo? E poderia ficar aqui horas nisto.

O que faz com que um primeiro encontro seja quase um mergulho no desconhecido. Na esperança de que se encontre alguém bom e não um serial killer (e aqui já estou a levar o dramatismo/receio ao extremo). Ainda assim, é melhor que tenhas cuidado com os tubarões. Ainda que a probabilidade de encontrares um não seja assim tão elevada. Pelo menos é nisso que acredito.

Matt Dajer, que faz parte do canal de YouTube Yes Theory, decidiu elevar o primeiro encontro do Tinder a algo muito à frente. Recorrendo ao Tinder Passport, este homem procurou mulheres em todo o país (Estados Unidos da América). O objectivo era simples. Encontrar uma mulher que aceitasse ir ter com ele para um primeiro encontro radical. Que passava por nadar com tubarões. E deixo já claro que neste canal estão vídeos de pessoas que são desafiadas a sair da sua zona de conforto.

Lacey foi a mulher que aceitou o desafio de Matt. A mulher viajou até Oahu, no Hawai, para um primeiro encontro. Que acabou por ser uma saída a três com Ocean Ramsey, um biólogo marinho dedicado aos tubarões, sendo uma das poucas pessoas do mundo que mergulha livremente com tubarões. Correu tudo bem, e Lacey está cá para contar a história. Só falta mesmo saber se serias capaz de aceitar uma proposta assim para um primeiro encontro.

Sem comentários:

Publicar um comentário