27.1.21

isto é aquilo que deixa as mulheres desconfortáveis durante o sexo

Apesar do passar dos anos e de algumas mudanças de mentalidade, ainda existem temas que são encarados quase como um tabu. E no sexo existem diversas temáticas, como é o caso da masturbação feminina. Que ainda é encarada de forma diferente quando em comparação com a masculina. Algo que fica provado num estudo recente.  

A empresa de brinquedos sexuais LELO realizou um estudo que revela a forma diferente como homens e mulheres encaram a masturbação. De acordo com o trabalho, 70% dos homens não tem qualquer problema em masturbar-se em frente à companheira. Aliás, referem mesmo sentir-se confortáveis com esse ato. Por sua vez, apenas 40% das mulheres estão confortáveis com a masturbação em frente ao parceiro. 

 

70% dos homens estão confortáveis com a masturbação em frente à companheira 

 

De acordo com o terapeuta sexual André Almeida, este modo de pensar está associado à forma como a mulher é vista na sociedade. “Desde cedo, a mulher é ensinada que uma mulher que se toca, que sente e procura prazer e se insinua para outro homem não é para casar, entre outras coisas. Este tipo de cenário dificulta que elas se sintam confortáveis em se tocar à frente de outras pessoas”, explica ao site Metrópoles. 

  

Além disto, o especialista aponta ainda as inseguranças com o próprio corpo. “As pressões estéticas são muito fortes, em cima das mulheres principalmente. Para uma mulher se sentir sexy e à vontade o suficiente para se mostrar a sentir prazer, ela precisa de estar de acordo com os padrões que lhe foram transmitidos”, acrescenta. André Almeida deixa ainda uma dica. Referindo que a mulher deve masturbar-se para si e aprenda a conhecer-se. Quando estiver confortável com isto poderá passar para a masturbação em frente de outra pessoa. 

 

Por fim, o especialista deixa um truque para que a mulher vá perdendo a vergonha. Que passa por se masturbar de costas para o parceiro. “Masturba-te na presença da pessoa, sem estares a ser observada directamente. É um trabalho de equipa. Quando te fores sentindo mais à vontade, é só virares-te", conclui. 

Sem comentários:

Publicar um comentário