12.1.21

fica a par dos 5 erros mais comuns na dieta de quem pratica desporto

Não é novidade para ninguém que um dos segredos de uma vida saudável passa por uma boa alimentação e pela prática regular de desporto. Ainda assim, focados nos objectivos a que se propõem no ginásio, muitos são aqueles que acabam por cometer vários erros no que à dieta diz respeito. Até porque os treinos não são todos iguais, tal como os atletas também são diferentes.  

Por isso, se treinas com frequência e com uma intensidade elevada, existem alguns detalhes alimentares a ter em conta. E que não deves ignorar para que não estejas a cometer erros que vão acabar por atrapalhar em vez de ser uma ajuda. O Urban Sports Club dá a conhecer aqueles que são os 5 erros mais comuns na dieta daqueles que treinam entre 8 a 10 horas por semana. 

 

São 5 os erros alimentares mais frequentes entre aqueles que praticam desporto 

 

1 – Dieta pobre em hidratos de carbono 

Os hidratos de carbono são a principal fonte de energia dos atletas durante os momentos em que estão a praticar desporto. Se a tua dieta for pobre neste registo, irá provocar fadiga e perda de massa muscular. 

 

2 – Ingerir poucos líquidos 

A prática desportiva deve ser acompanhada pela ingestão de líquidos. Porque o consumo de poucos fará com que o desempenho físico seja menor. Ao mesmo tempo que aumenta o risco de lesões e coloca a saúde em risco devido à desidratação. É fundamental que bebas muita água para te manteres hidratado. 

  

Ainda assim, a água poderá não chegar. Se praticas desportos de resistência com uma duração que ultrapassa uma hora é bom que substituas o açúcar, sais minerais e electrólitos que perdes durante o desporto. Se ingerires apenas água, podes dar origem à hiponatremia, que leva a náuseas, fadiga e, em casos mais extremos, desmaios. Neste caso, um sumo natural de fruta pode ser uma boa opção. 

 

Muitos desportistas abusam dos suplementos alimentares 

 

3 – Apostar numa dieta hiperproteica ou consumir alimentos com excesso de fibra ou gordura 

Comer alimentos ricos em fibra ou gordura antes ou durante o treino é algo que pode resultar numa digestão pesada. Bem como problemas digestivos durante a prática de exercício físico. O que fazer com que não sejam aconselhados. Por outro lado, se segues uma dieta com muitas proteínas, fica a saber que é um risco para a saúde. Pode dar origem à descalcificação óssea e sobrecarga do fígado e rins. E isto não ajuda em nada no aumento da massa muscular. 

 

4 - Não comer nada em actividades físicas com mais de uma hora 

Se estás a praticar um desporto de longa duração, os depósitos de glicogénio vão esgotar-se. Quando isso acontece, surge a fadiga. Por isso, é importante que comas hidratos de carbono para que reponhas o glicogénio. Este consumo pode ser feito com recurso a bebidas desportivas, géis, barras ou fruta, para dar alguns exemplos. 

 

5 – Suplementos desportivos com fartura 

Apesar de estarem na moda, os suplementos desportivos são adequados para atletas com uma carga de treino muito elevada. E que acabam por não conseguir satisfazer as necessidades energéticas somente com recurso à alimentação. Antes de abusares dos suplementos desportivos, começa por melhorar a dieta e apostar em alimentos verdadeiros e naturais. Depois, farás uma avaliação para perceber se existe necessidade de consumir algum suplemento. 

Sem comentários:

Publicar um comentário