13.7.20

heung-min son, a estrela do tottenham de Mourinho que é fã do treino militar sul-coreano

Depois de ter sido dispensado do serviço militar obrigatório, graças à vitória nos Jogos Asiáticos de 2018, Heung-Min Son regressou à Coreia do Sul, numa altura em que o campeonato inglês estava parado devido à pandemia de coronavírus, para realizar um treino militar. A experiência decorreu na Ilha de Jeju, foi organizada pelos corpos navais, e teve a duração de três semanas.

Son, que é uma das estrelas do Tottenham, equipa londrina treinada por José Mourinho, veio agora a público falar sobre a experiência militar. Em conversa com o canal do clube, o extremo começou por dizer que não teve grandes dificuldades ou um tratamento especial por ser uma estrela do país. “No primeiro dia, ninguém conhecia ninguém, então foi um pouco estranho, mas conforme nos fomos conhecendo, passamos mais tempos juntos. Num quarto estavam dez pessoas, todas muito próximas. Trabalhámos juntos, ajudando-nos uns aos outros. Foi fantástico”, conta.

“Foi fantástico”


Caso não tivesse vencido os Jogos Asiáticos, Son poderia ter de se ausentar do Tottenham durante dois anos. Pois este é o tempo de duração do serviço militar obrigatório sul-coreano. Apesar de só ter estado três semanas nesta experiência, o jogador, de 27 anos, sentiu que durou mais tempo. “Não posso dizer tudo aquilo que fiz lá, mas aproveitei. As pessoas foram boas comigo. As três semanas foram difíceis, mas tentei aproveitar. Para mim, foram três semanas longas”, termina.

Sem comentários:

Publicar um comentário