18.6.19

fumadores podem ficar com o pénis mais pequeno (e elas também têm problemas)

Existem muitos estudos que alertam para os perigos do tabaco. Aliás, os próprios maços de tabaco têm alertas sobre os riscos que, no caso mais extremo, podem levar à morte. Agora surge um novo trabalho que associa o consumo de tabaco aos danos graves nos genitais. Indo directo ao assunto, um estudo defende que os homens que fumam podem ficar com o pénis mais pequeno. E os problemas não acabam aqui.

“Estou frequentemente em contacto com pacientes que sofrem de disfunção eréctil. Para a manutenção de uma ereção firme e saudável, é necessário que haja circulação sanguínea suficiente no órgão masculino. Os fumadores têm uma maior incidência de aterosclerose em todos os vasos sanguíneos, incluindo aqueles que se encontram no pénis, o que por sua vez pode reduzir a circulação sanguínea”, refere Marc Laniado, urologista da clínica Harley Street, em Londres, em declarações ao jornal Mirror.

Aquele que é um dos autores do estudo alerta ainda para outras situações. Referindo que os químicos provenientes do fumo, e que entram no organismo, afectam a firmeza do pénis. Já a nicotina tem interferência no estreitamento dos vasos sanguíneos. Algo que pode ser temporário ou permanente. Tudo isto, a longo prazo, pode levar à diminuição do tamanho do pénis.

"Muitas vezes dizem-me ‘a minha erecção é fraca, já não acordo com uma erecção de manhã como acontecia antigamente ou o meu pénis já não fica tão duro ou hirto quando estou a ter relações sexuais'.Mas muitas vezes também dizem que o pénis está a ficar mais pequeno à medida que envelhecem, já que fumar impede que o sangue flua em quantidade suficiente até ao pénis, o que põe um termo às erecções espontâneas necessárias para alongar aquele órgão, de modo a manter o seu cumprimento habitual", explica o médico. "Resumindo, fumar pode fazer com que o seu pénis pareça mais pequeno e com que se torne de facto mais pequeno", avisa.

Marc Laniado refere ainda que também as mulheres fumadoras podem deparar-se com dificuldades na vida íntima. "A excitação feminina também é afectada pela circulação sanguínea na área da genitália, como tal o cigarro também pode afectar a vida sexual das fumadoras", termina.

Sem comentários:

Publicar um comentário