13.6.19

um brinde aos nossos defeitos

Num destes dias partilhei uma frase no Instagram que dizia qualquer coisa como: “um brinde aos nossos defeitos, até porque nas qualidades ninguém repara”. E apesar de ser uma piada, acaba por ter o seu fundo de verdade. E existem diversos exemplos que defendem esta teoria. A começar pelo trabalho.

Na maioria dos empregos, ninguém recebe elogios por um trabalho bem feito. Mas todos levam na cabeça ao mínimo erro. E poderia falar de muitas outras situações. Saltando para outro tipo de análise, sou o primeiro a reconhecer os meus defeitos. Mas se me desafiarem a falar de qualidades, é sempre mais complicado. Até pela forma como as outras pessoas ouvem aquilo que dizemos, que facilmente pode soar a presunção.

Ainda assim, e a partir de hoje, posso admitir que sou dedicado. Em tempos, quando estava a ser acompanhado pela nutricionista Mariana Abecasis, fui elogiado pela minha dedicação. Foi algo que me disse numa das consultas. Até porque estava sempre a ultrapassar os objetivos estipulados. Agora, é a vez do meu personal trainer.

Ontem, o Rui Pessanha de Sousa enviou-me uma mensagem a elogiar a dedicação que tenho em relação ao desporto e ao objetivo que tenho em mente. Tendo em conta que o elogio chega de duas pessoas, em dois momentos distintos, posso assumir, sem qualquer presunção, que devo mesmo ser dedicado. Obrigado a ambos.

Sem comentários:

Publicar um comentário