12.11.20

kylie jenner e o siiiiiiiiiiiiiiiiiiii que a une a cristiano ronaldo

Kylie Jenner acaba de se juntar a um grupo restrito no qual não cabe nenhuma das suas irmãs, nem mesmo Kim Kardashian, a mais famosa do clã. Para sermos mais específicos, este pequeno leque de pessoas está reduzido a Cristiano Ronaldo e pouco mais. Ao jogador português juntam-se o actor Dwayne ‘The Rock’ Johnson e a cantora Ariana Grande. Estas são as únicas quatro celebridades que passaram a barreira dos 200 milhões de seguidores no Instagram. Ou seja, se fosse CR7, Kylie Jenner bem poderia soltar um sonoro Siiiiiiiiiiiiiiiiiiii.

A socialite, empresária e milionária, de apenas 23 anos, é assim a mais nova a conseguir atingir esta marca que tantas celebridades ambicionam. Com 200 milhões de seguidores, Kylie Jenner consegue aquilo que Kim Kardashian, que é vista como a mais popular das cinco irmãs, ainda não conseguiu. A irmã empresária fica-se pelos 191 milhões de seguidores. Voltando ao grupo, Dwayne Johnson tem 203 milhões de seguidores. Segue-se Ariana Grande com 205 e Cristiano Ronaldo com 241 milhões de seguidores. Já a conta do Instagram continua a ser a mais popular, com 376 milhões de seguidores. 

 

Acusada de mentir pela Forbes 

 

Kylie Jenner que tinha sido eleita pela Forbes como a mais jovem multimilionária do mundo. Porém, tudo isso se transformou numa polémica de milhões. É que a Forbes acusou a irmã de Kim Kardashian de inflacionar os valores da empresa Kylie Cosmetics de modo a conseguir a referida distinção.  “Este ano, Kylie Jenner vendeu metade da sua empresa de cosméticos numa das maiores faturações de celebridades de todos os tempos. Mas as notas da transação revelam que ela [Kylie] tem inflacionado o tamanho e sucesso do seu negócio. Ao longo de anos”, pode ler-se num artigo da Forbes, escrito por Madeline Berg e Chase Peterson. Segundo a publicação, a fortuna pessoal de Kylie Jenner é ligeiramente inferior aos 810 milhões de euros. 

 

“As notas da transação revelam que ela [Kylie] tem inflacionado o tamanho e sucesso do seu negócio” 

 

A Forbes ficou com dúvidas em relação a Kylie Jenner quando a empresária vendeu 51% da empresa Kylie Cosmetics para a marca Coty, em Janeiro de 2020. O valor da marca estava estimado em pouco mais de mil milhões de euros. Descontando os impostos, a socialite teria recebido qualquer coisa como 306 milhões de euros. A publicação refere ainda que a família Kardashian deu início a uma campanha que tinha por objectivo fazer com que Kylie Jenner aparecesse na Forbes em 2016. 

 

Kris Jenner, mãe e empresária de Kylie, teve uma reunião com a Forbes na sua casa. Foram então partilhados documentos e declarações de impostos que tinham como objectivo provar que Kylie Jenner deveria aparecer no topo da lista Celebrity 100, ficando apenas atrás de Taylor Swift. A publicação ficou desconfiada, fez uma análise mais modesta da fortuna da socialite e Kylie apareceu no 59º lugar na lista de 2017. Chateada com o sucedido, Kris Jenner levou outra publicação a partilhar os dados que mostrou à Forbes. 

 

“Nunca pedi nenhum título e nunca terei de mentir para chegar lá” 

 

Em 2018, tudo mudou. O crescimento da fortuna de Kylie Jenner começou a ser visto com outros olhos, deixando a ideia de que não existiam motivos para duvidar dos valores. Foi então que, depois de escutar a opinião de analistas, a Forbes atribuiu o título de multimilionária mais jovem do mundo pela primeira vez. Agora, a Forbes avança com duas teorias. Uma passa por acreditar que as vendas caíram muito entre 2016 e 2018. A outra, mais provável para a publicação, defende que a marca nunca terá tido a dimensão que a família apregoava. 

 

Por sua vez, Jylie Jenner recorreu às redes sociais para se defender desta polémica. “Pensei que esse fosse um site de reputação. Tudo o que vejo é uma quantidade de declarações imprecisas e presunções sem provas. Eu nunca pedi nenhum título e nunca terei de mentir para chegar lá. Ponto final”, escreveu no Twitter. 






Sem comentários:

Publicar um comentário