24.11.20

san marino, a pior selecção do mundo que faz história e deixa jogador a chorar

Vamos começar por recuar até Julho de 2013. Nesta altura, a selecção de San Marino era notícia por um feito que nenhuma equipa gosta de alcançar. Um pouco por todo mundo destacava-se San Marino como sendo a pior seleção do mundo ao longo dos últimos cinco anos. Era dado realce às 53 derrotas consecutivas, que prometiam não ficar por ali. A 5 de Setembro deste ano destacavam-se os 100 jogos sem ganhar, com 99 derrotas e um empate. Entre os jogos encontra-se, por exemplo, uma derrota por 10 golos sem resposta, frente à Croácia.  

Olhando para o ranking actual da FIFA, San Marino ocupa o 210º lugar, que é o último. Ainda assim, a selecção acaba de fazer história, levando um jogador às lágrimas. Pela primeira vez na história, San Marino ficou dois jogos sem perder. Trata-se de dois empates sem golos frente ao Liechtenstein e Gibraltar, ambos a contar para a Liga das Nações. Realce para o último jogo, em que San Marino jogou com menos um jogador, devido a expulsão, desde os 49 minutos. No final do jogo, o defesa Dante Rossi não evitou as lágrimas ao abordar o feito da modesta seleção. 

 

Jogadores que se destacaram 

 

Olhando para o passado de San Marino, destacam-se jogadores sem expressão a nível do futebol europeu ou mesmo mundial. Até porque estamos a falar de atletas semiprofissionais. Existem algumas exceções. Como é o caso de Massimo Bonini, que passou pela Juventus nos anos 80. Ou Andy Selva, o melhor marcador da seleção, com oito golos. Realce ainda para o guarda-redes Aldo Junior Simoncini e o médio Damiano Vannucci. É impossível não falar de Mirco Gennari, que construiu a carreira em clubes de San Marino. Há ainda Davide Gualtieri que marcou um dos golos mais rápidos de uma eliminatória do Mundial, em 1993. Aliás, este foi o único golo internacional do jogador. 

Sem comentários:

Publicar um comentário