19.2.20

vai ser um fracasso estrondoso, toma lá um sucesso sem igual

Recordo-me do momento em que foi feito o anúncio de que o mítico videojogo Sonic ia dar lugar a um filme. Nessa altura, muitas foram as vozes que vaticinaram um fracasso estrondoso para Sonic: O Filme. Opinião baseada com aquilo que costuma acontecer com a adaptação de jogos ao cinema. Até porque são filmes que raramente cativam quem vai ao cinema.

Até que Sonic: O Filme chega ao cinema. E o que acontece? É um sucesso gigante e sem precedentes para um projecto semelhante. O filme é uma aposta ganha e os números falam por si. Sonic: O Filme teve um fim-de-semana de estreia com uma receita de aproximadamente 53 milhões de euros. E de mais de 92 milhões em todo o mundo. Ou seja, o filme realizado por Jeff Fowler e protagonizado por Jim Carrey e James Marsden é a adaptação cinematográfica de um videojogo com maior sucesso de todos os tempos.

Existe um dado que merece ser realçado e que deverá servir de lição futura. Os fãs não reagiram nada bem ao primeiro trailer do filme. E o que fez o realizador? Arregaçou as mangas e alterou boa parte do projecto. A estreia foi adiada e os resultados estão à vista de todos. Com um custo total de 80 milhões de euros, é uma aposta ganha. Algo que a Paramount agradece, depois de um 2019 com alguns filmes que ficaram aquém do esperado. Estima-se também que este ano seja muito bom para o estúdio. Quer seja pelo sucesso de Sonic, como pela estreia de filmes que estão quase a chegar aos cinemas. E Top Gun: Maverick é um deles.

Sem comentários:

Publicar um comentário