13.12.19

alan ruiz, o flop de leão ao peito que acaba detido na argentina

Estamos no Verão de 2016. Jorge Jesus está prestes a iniciar a segunda época ao serviço do Sporting. E Alan Ruiz acaba de assinar pelo clube. Com a alcunha de El Mago, o jovem argentino chegava a Alvalade com fama de craque. “Este é daqueles que não enganam”, diziam os adeptos. Mas a verdade é que tudo começou logo mal. A começar pelo negócio.

O Sporting disse que a contratação tinha sido feita por 4,8 milhões. Acabando, mais tarde, por revelar que o valor chegava aos 8 milhões. E que do pacote fazia parte Federico, irmão de Alan. Mas já lá vamos a este. Além disso, o jogador apresentou-se em Alvalade com quase 10 quilos a mais. E da lista de polémicas fazem ainda parte férias natalícias prolongadas e o regresso com... excesso de peso.

Bem vistas as coisas, Alan Ruiz acabou por nunca convencer por completo. Para a história ficam apenas 34 jogos, 7 golos e 5 assistências. Muito pouco para o valor e para o que dele se esperava. Sem espaço no clube, acabou por ser emprestado a dois clubes argentinos. Sendo que actualmente está no Aldovisi. Onde conta apenas com 7 jogos. E o motivo que me leva a escrever sobre Alan Ruiz é a sua detenção na Argentina.

Tudo aconteceu no parque de campismo municipal de Punta Lara. Alan Ruiz, o pai, o irmão e um amigo, envolveram-se numa acesa discussão com empregados de um restaurante. O jogador acabou detido, com as autoridades a apreenderem armas de fogo, duas carabinas de ar comprimido e uma pistola de calibre 3.65 da marca Pietro Beretta. O ainda jogador do Sporting está acusado de ameaças agravadas, porte ilegal de armas e resistência às autoridades.

Lembram-se de ter falado de Federico? Pois bem, o irmão, que tinha um ordenado de 18 mil euros líquidos por mês, foi emprestado ao Sintrense. Com o clube a fazer saber que desconhecia o paradeiro do atleta. Até que o Sporting avançou para a rescisão do contrato, alegando justa causa. Versão diferente tem o pai dos jogadores.

“O Sporting deve cinco meses de salário ao Federico. Ele ainda tem contrato por mais um ano e agora está sem clube e sem poder entrar na Academia para treinar com o Sporting. O advogado dele está a preparar uma queixa para enviar à FIFA”, disse ao Record. Criticando ainda a posição do clube em relação a Alan Ruiz. “Nós levámos aos anteriores dirigentes [Bruno de Carvalho] uma proposta de 20 milhões de euros do Espanhol e eles rejeitaram porque tinham outra de 30 milhões da Arábia. Eles rasgam os jogadores. Agora estão a matar o Vietto. O nosso maior erro foi ir para o Sporting”, conclui.

Desta vez é o Sporting, mas isto acontece com muitos clubes portugueses. Não será melhor apostar no talento nacional que anda em divisões inferiores e de quem apenas se fala quando defrontam os grandes para a Taça?

Sem comentários:

Publicar um comentário