11.12.19

afinal, devemos ou não comer abacate?

Tem origem no México e na América do Sul e é um dos alimentos da moda. Falo do abacate. Um fruto que é idolatrado por muitos e bastante criticado por outros. Diversas vozes dizem que o devemos evitar por ter muitas calorias e gorduras. Por outro lado, há quem diga que é fundamental para nós. Afinal, no que é que ficamos?

“O abacate é uma fruta calórica e gordurosa. Porém, são gorduras saudáveis e calorias não vazias, ou seja, calorias que oferecem também diversos nutrientes ao nosso organismo”, refere a nutricionista Renata Guirau, em declarações ao site brasileiro Delas. Rico em ácidos gordos, ómega 6, ómega 9, o abacate tem ainda muitas vitaminas e minerais. O que faz com que seja excelente para a saúde óssea, muscular e cardiovascular.

Sem esquecer a ajuda que dá no controlo da pressão arterial. Sem esquecer que fortalece a imunidade, sendo ainda um excelente anti-inflamatório. A vitamina A faz com que também tenha importância no sistema reprodutivo. Importa ainda salientar que ajuda ao melhor funcionamento da mente.

É ainda uma excelente opção para quem quer emagrecer. “O teor aumentado de gorduras pode favorecer a saciedade, ajudando a controlar a ingestão de alimentos ao longo do dia”, refere Renata Guirau. “O teor reduzido de hidratos de carbono também pode ser um factor benéfico, dependendo da estratégia para emagrecer. Estudos mostram que o consumo em geral de fontes de compostos funcionais, como o abacate, pode ajudar no controlo do peso e redução da obesidade a longo prazo”, acrescenta. Por isso, a resposta é sim, devemos comer abacate.

Sem comentários:

Publicar um comentário