24.10.19

mulheres perdem interesse pelo sexo mais depressa

No início de uma relação, tudo é fantástico e maravilho. Qualquer programa a dois. Qualquer saída com amigos. Qualquer refeições. E nem o sexo foge desta regra. Também ele é para lá de fantástico. Com o passar dos anos, um dos grandes desafios de uma relação a dois é manter tudo isto no mesmo patamar de excelência dos primeiros tempos. E nem todos os conseguem.

Se olhar para a ciência, tenho de revelar que este desafio é mais complicado para elas do que para eles. E aqui estou a referir-me ao sexo. Segundo diversos estudos, as mulheres perdem interesse mais depressa pelo sexo do que eles. E deparei-me com isto num artigo, do site Atlantic, em que estão compilados três estudos que defendem este ponto de vista.

Um dos estudos realizou-se em 2017, em Inglaterra. Este defende que as mulheres revelam um menor interesse pelo sexo quando estou com o mesmo homem há mais de um ano. Sendo que as mulheres que vivem com o parceiro têm um menor desejo sexual do que aquelas que não vivem com o parceiro. É feita referência a um estudo, de 2012, que defende que quanto mais longa é a relação, mais diminui o desejo sexual delas. Algo que não acontece com eles.

O terceiro estudo realizou-se na Alemanha, em 2006. Este dá a conhecer que 60% das mulheres quer ter relações sexuais “com frequência” no início de uma relação. Nos quatro anos seguintes, a percentagem baixa para os 50%. E depois de 20 anos... a percentagem baixa para os 20%. Este trabalho salienta ainda que a libido dos homens é estável ao longo dos anos.

Sem comentários:

Publicar um comentário