10.10.19

amizade, traição e uma rasteira como solução

Se gostas de futebol, certamente que sabes quem são Wayne Rooney e Jamie Vardy. Se nunca ouviste estes nomes, fica a saber que são dois dos melhores avançados que o futebol inglês teve ao longo dos últimos anos. Mas não é deles que quero falar. Aquilo que tenho para partilhar diz respeito a Coleen Rooney e Rebekah Vardy, as mulheres de ambos. E esta história merece mesmo ser partilhada porque deve servir de lição para todos aqueles que não percebem muito bem o conceito de amizade.

De forma resumida, Coleen Rooney fartou-se de ler histórias sobre a sua família no jornal The Sun. Pior do que isso, era não saber quem é que contava tudo aos jornalistas. Até que começou a pensar que a traidora poderia ser Rebekah Rooney, que considerava uma grande amiga. Para isso, preparou uma rasteira para testar a amizade da mulher de Jamie Vardy.

Coleen começou por mudar as definições de privacidade das stories do Instagram. Fazendo com que apenas Rebekah visse as mesmas. Seguiram-se cinco meses de partilhas com mentiras. Uma delas dizendo que estava a pensar recorrer à manipulação genética para ter uma filha. E aconteceu aquilo que suspeitava. Ou seja, as mentiras acabaram todas expostas no tablóide britânico. O que fez com que deixasse de ter dúvidas em relação à pessoa que contava tudo aos jornalistas.

“Tem sido difícil guardar isto para mim e não fazer qualquer tipo de comentário, principalmente quando as histórias foram publicadas, mas tive de me manter em silêncio. Agora tenho a certeza de onde saíram: foi da conta de Rebekah Vardy”, revelou Coleen Rooney nas redes sociais. Motivando uma resposta da amiga.

“Disse-te ao telefone que devias ter falado comigo se pensavas isto de mim. Nunca falei com ninguém sobre ti, os muitos jornalistas que ao longo dos anos me fizeram perguntas podem comprová-lo. Se pensavas que isto estava a acontecer devias ter falado comigo para que eu mudasse as minhas passwords, de modo a verificarmos se isso parava. Não preciso do dinheiro, o que ganharia ao vender histórias sobre ti? Gostava muito de ti, Coleen, e estou triste por teres decidido fazer isto, principalmente agora, que estou grávida. Sinto-me enojada por ter de negar estas acusações, devias ter-me perguntado”, refere.

Podemos questionar a forma como Coleen Rooney dá a conhecer a traição. Podemos ainda acreditar na versão de Rebekah, que dá a entender que outras pessoas têm acesso à sua conta de Instagram. Mas fica a lição para aqueles que acham que todas as pessoas são verdadeiros amigos. É muito comum que as traições cheguem de quem menos esperamos. E é muito fácil perceber as coisas. Basta fazer algo como fez Coleen.

Sem comentários:

Publicar um comentário