30.1.20

yaslen clemente, do bullying na escola à carreira de sucesso no instagram

Chama-se Yaslen Clemente. Tem apenas 22 anos e faz muito sucesso nas redes sociais. Só no Instagram, onde conta com 1,3 milhões de seguidores, é um caso sério de popularidade. A jovem modelo costuma partilhar fotos ousadas e não passa despercebida às marcas. O que faz com que leve para casa qualquer coisa como 65 mil euros ao ano.

Quem olhar para as fotos de Yaslen Clemente, certamente que repara, além da forma física, na confiança que a modelo tem em relação ao corpo. E até aqui a história é igual à de tantas outras mulheres que fazem sucesso nas redes sociais. Só que a vida de Yaslen Clemente nem sempre foi assim. Como a própria conta, em conversa com o Daily Star.

Na altura em que frequentava o ensino secundário, Yaslen Clemente foi vítima de bullying. Algo que acontece depois de lhe ter sido diagnosticada escoliose, uma condição que afecta a coluna vertebral. “Fui diagnosticada com escoliose grave no secundário”, diz. “Tinha de usar um aparelho todos os dias. Estava muito insegura”, prossegue. Contando depois como eram os seus dias nessa altura.

“Costumava usar um capuz enorme todos os dias, mesmo quando estava calor. Estava a morrer por dentro, isolava-me dos outros e só saía com dois amigos”, relata. “Não socializava nem me abria com ninguém. Estava com tanto medo que alguém notasse que estava a usar aparelho e eles gozavam comigo”, desabafa. Esta situação levou a que tivesse de colocar de lado a paixão pelo desporto. “Por ter que usar o aparelho o dia inteiro, não ousava despir-me no balneário”, refere.

O aparelho acabou por ser fundamental, ajudando Yaslen Clemente e evitando que necessitasse de ser submetida a uma delicada intervenção cirúrgica. Acabou-se a insegurança, veio o sucesso e agora já sabe o que deseja fazer no futuro. A modelo revela a vontade de apostar no fitness online. “Será um programa de 8 semanas em que irei oferecer dicas sobre nutrição, exercícios e suplementos. Será totalmente personalizado para cada pessoa, incluindo alimentos preferidos e excluindo as aversões alimentares”, termina.






Sem comentários:

Publicar um comentário