13.1.20

6 motivos utilizados para explicar que trair é melhor do que pedir o divórcio

Acredito que a maioria das pessoas fica a pensar numa questão sempre que fica a conhecer diversas histórias relacionadas com traições amorosas. “Afinal, por que motivo não se separam?”, é a dúvida de que falo. Pois bem, parece que existe uma resposta para isto. Quer dizer, na verdade são cinco. E quem as partilha são as pessoas que mantêm casos extra-conjugais.

O Ashley Madison – site especializado em facadinhas no matrimónio – quis saber o motivo pelo qual as pessoas optam por trair em vez de uma separação. Algo que é defendido por 57% das pessoas que participaram num questionário realizado pelo site. Que avançaram ainda com os seguintes motivos para justificar a decisão.


6 - Não me posso divorciar (9%);
5 - Não acho que seja mais feliz se casar com outra pessoa (10%);
4 - Amo o meu cônjuge, mas não posso fazer sexo só com ele (14%);
3 - Sinto segurança emocional e financeira no meu casamento (18%);
2 - Amo o meu cônjuge, mas simplesmente não consigo permanecer celibatário (20%);
1 - Não quero separar a minha família (31%).

O estudo revela também que mais de metade das pessoas que traem pensaram, em primeiro lugar, em colocar um ponto final na relação. Quanto aos que não colocaram a hipótese de se separar, 27% revelou vontade de trair no início da relação (1 a 3 anos depois do casamento).

Sem comentários:

Publicar um comentário