3.8.16

o surf é as novas raquetas de praia

No que ao Verão diz respeito posso dizer que sou da geração raquetas. Ou seja, na praia todos recorriam às raquetas para ocupar o tempo. Era mesmo o desporto de eleição.

Jogavam elas. Jogavam eles. Jogavam os mais novos. Jogavam os menos novos. Jogavam elas com eles, novos com menos novos. Era um contra um, dois contra dois. Eram jogos amigáveis. Ou jogos mais competitivos que acabavam com amigos zangados durante alguns minutos.

Agora isso já não é assim. Pelo menos na praia (Aivados, na costa vicentina) que frequento mais vezes. Aqui ainda se observam alguns jogos de raquetas. Mas a modalidade principal é outra: o surf.

Elas fazem surf. Eles fazem surf. Fazem surf os mais novos. É também os menos novos. E é rara a pessoa que não chega à praia munida da sua, ou das suas, pranchas. Eu desafiava o meu pai a jogar raquetas comigo para ver quantos toque dávamos até a bola cair. Hoje, os miúdos desafiam os pais para apanhar ondas com eles. Gosto disto!

PS - Só não deixem morrer as raquetas.

Sem comentários:

Publicar um comentário