9.10.17

o que é uma mulher real?

Recentemente fiz parte de uma conversa em que se falava da suposta mulher real. Um homem tinha defendido que as mulheres magras é que são perfeitas. Duas mulheres não gostaram e defenderam a mulher real. Aquela que tem gordurinhas. No meio disto tudo falta saber o que é afinal uma mulher real.

Uma mulher magra, sem gorduras e com o corpo trabalhada é falsa? Deixa de ser real? O nível de realidade de uma mulher é medido em gorduras e peso a mais? É isto que faz uma mulher mais real? Por outro lado, a existência de gorduras faz com que a mulher seja menos perfeita do que uma magra?

Tudo isto é muito discutido. Especialmente por mulheres. Mas é uma discussão sem sentido. Porque todas as mulheres são reais. Por quais que se queira transformar isto numa guerra de pesos. É tão real a obcecada por dietas como a maluca por doces. Tal como é igualmente real a mulher que anda ali pelo meio. Que não foge para nenhum dos lados da balança.

De resto, apenas são diferentes. Na forma de viver e nas prioridades que elegem. Por mais que a moda seja ser fit, uma mulher com peso a mais continua a ser real. Tal como uma mulher com um corpo tonificado é real. Mas nenhuma é melhor do que a outra. Nenhuma precisa de ofender a outra para se sentir melhor.

Se dá mais trabalho estar em forma? Sim! Para a grande maioria das pessoas. Sejam mulheres ou homens. Mas isto não faz destas pessoas melhores do que as outras. É apenas uma opção de vida. Tal como ter peso a mais e não gostar de treinar ou ter uma alimentação saudável serve de justificação para uma eventual realidade.

Sem comentários:

Publicar um comentário