4.5.21

descobre os graves perigos que corres quando abusas da fast-food numa fase específica da vida

Um novo estudo realizado por uma equipa de investigadores da Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles, Estados Unidos da América, vem deixar um novo alerta relacionado com os perigos de um consumo excessivo de fast-food. E indo directo ao assunto, abusar desse tipo de comida e de alimentos ricos em calorias ou açúcar é algo que pode dar origem a deficiências neurológicas e cognitivas.  

De acordo com a Futurism, uma alimentação rica em calorias e gorduras – aquilo que é conhecido como dieta ocidental, numa fase inicial da vida está relacionada a diversos problemas. Como é o caso de uma memória mais fraca, aumentos do comportamento de ansiedade e ainda outros problemas cognitivos. Isto vem juntar-se a outros problemas já conhecidos deste tipo de alimentação. Que são o excesso de peso, impacto no metabolismo e na saúde de um modo geral. 

 

Novos dados não estão relacionados com o aumento de peso 

 

O estudo, publicado na Frontiers in Neuroscience, e que ganhou maior eco com o artigo da Futurism, revela que ratos que têm uma dieta ocidental nos primeiros estágios de vida acabam por piorar a ansiedade. Tal como a memória. Algo que não está associado ao aumento de peso. Verificaram-se ainda comportamentos em tudo parecidos a um vício. Com os animais a passarem a desejar alimentos açucarados e ricos em gordura. Realce ainda para uma diminuição dos comportamentos sociais. 

Sem comentários:

Publicar um comentário