22.4.21

dave grohl revela a história que deu origem à música everlong

Lançada em 1997, Everlong é uma das músicas mais famosas dos Foo Fighters. Agora, Dave Grohl dá a conhecer a história que motivou a escrita da letra do tema que alcançou o sucesso um pouco por todo o mundo. Foi durante uma actuação no evento solidário Oates Song Fest que o vocalista do grupo partilhou a história.  

“Se já estiveste num estúdio com uma banda por um longo período de tempo, e estás a gravar várias músicas, existe muito tempo que andas ali de um lado para o outro à espera que algo aconteça”, começa por contar. “E recordo-me de estar sentado isolado”, acrescenta, referindo que começou a tocar um acorde. “Bem, não sou um músico treinado, então não sei o que é esse acorde, não sei ler música, não tenho certeza. Mas fiquei imediatamente tipo ‘ohhh, isto soa a Sonic Youth’. Essa foi a primeira coisa que pensei. Uma das minhas bandas favoritas de todos os tempos, Sonic Youth, tipo ‘uau, que acorde do Sonic Youth tão fixe’”, diz. 

 

“Naquela época estava a acabar o namoro com uma rapariga com quem estava há algum tempo. Então, estava no meio de um período emocional intenso” 

 

“Naquela época estava a acabar o namoro com uma rapariga com quem estava há algum tempo. Então, estava no meio de um período emocional intenso. E por alguma razão, a emoção ou o sentimento que tive quando toquei essa sucessão de acordes, tocou naquela emoção, qualquer que ela fosse”, conta. “Continuámos a gravar e, entretanto, a minha relação acabou e fiquei num lugar complicado. Recordo-me de que estávamos perto do Natal e regressei a Virginia (E.U.A.) onde cresci e neste momento a canção evoluiu”, refere. 

 

“Devido ao sítio emocional em que estava, comecei a escrever a letra da canção. E vieram de um lugar real. A canção começou a ficar concluída e quis gravá-la depressa para que não me esquecesse. (…) A letra e a melodia faziam sentido naquele estado emocional. E penso que é isso que uma música deve ser. (…) Gravei a música, mostrei-a à banda e perguntaram-me por que era uma demo e não estava no álbum. Acabámos por voltar a gravar a música e essa é aquela que ouvem na rádio”, conclui. 

Sem comentários:

Publicar um comentário