22.4.21

7 efeitos negativos e perigosos do consumo de bebidas alcoólicas

Aqueles que são apreciadores de bebidas alcoólicas gostam de beber a sua cerveja ou copo de vinho de forma ocasional. Mas a verdade é que não é necessário um grande consumo para que o álcool possa ter efeitos bastante negativos no corpo. Que são também perigosos para a sua saúde. Quem o alerta é o médico Donald A. Sanson, em conversa com o site Bustle. “O consumo de álcool não promove uma saúde melhor, mas tem muitos impactos negativos sobre a saúde”, diz. Partilhando aqueles que são sete efeitos do consumo de bebidas alcoólicas.  

1 – Mal ao fígado 

Beber de forma regular impede que o fígado processe tudo de forma normal. Em casos mais graves poderá levar à cirrose. 

 

2 – Enfraquece sistema imunológico 

O consumo de bebidas alcoólicas pode afectar a reacção do sistema imunológico, fazendo com que fiques mais vulnerável a vírus e infeções. 

 

3 – Pior qualidade de sono 

O álcool tem um efeito negativo no ciclo natural do sono. Por isso é que acordas durante a noite e te sentes mais cansado no dia seguinte. 

 

4 – Impacto no intestino 

Beber durante muito tempo pode originar uma gastrite relacionada com o álcool. Trata-se de uma inflamação do revestimento do estômago. E é por isto que as pessoas tendem a vomitar no dia seguinte ou quando bebem em demasia. Com o passar do tempo pode complicar a absorção dos nutrientes dos alimentos. 

 

5 – Ossos mais fracos 

Segundo o Instituto Nacional de Abuso de Álcool e Alcoolismo, o consumo excessivo de álcool pode complicar a reposição do tecido ósseo. O que faz com que os ossos fiquem mais fracos com o passar do tempo, complicando assim a cicatrização. 

 

6 – Perigo quando misturado com medicamentos 

O consumo de bebidas alcoólicas enquanto estás a tomar medicamentos é algo perigoso. O efeito do medicamento poderá ser afectado de forma negativa. Levando também ao aumento da frequência cardíaca e tonturas. 

 

7 – Aumenta risco de cancro 

“O álcool contribui para dezenas de tipos de cancro”, explica o médico. No caso das mulheres, pode levar ao desenvolvimento do cancro da mama, boca e garganta.

Sem comentários:

Enviar um comentário