19.3.21

fique a saber o que estas 5 posições sexuais dizem sobre ti

Um estudo realizado pela Bed SOS, empresa que comercializa camas, quis perceber quais as posições sexuais mais apreciadas pelos casais. Até aqui, nada de novo. Afinal, existem muitos estudos semelhantes. Ainda assim, e indo directo ao assunto, posso revelar que o missionário foi a posição que mais se destacou neste estudo que contou apenas com pessoas britânicas. A novidade é outra. É que o Daily Star recorreu a Juliette Karaman, uma especialista em sexo, para revelar o que as posições dizem sobre as pessoas.  

5 – Conchinha (4%) 

Pode ser muito reconfortante para a mulher, que está a ser agarrada pelo parceiro. Juliette Karaman refere que estamos perante uma espécie de posição de rendição para a mulher. Ainda assim, permite que elas tenham o controlo da profundidade da penetração. Que poderá ser alternada com eles.  

 

4 – Cowgirl (8%) 

É muito visual para os homens que podem observar o corpo da parceira. Além disso, é bastante prazerosa para elas que podem controlar a estimulação clitoriana com o movimento corporal. Se esta posição é frequente, é sinal de que a mulher está confiante em relação ao corpo e perfeitamente à vontade com o parceiro. 

 

3 - Missionário com o homem por baixo (15%) 

Permite beijos e contacto visual entre o casal. É uma técnica íntima e ter o parceiro por baixo revela que a mulher tem confiança e não tem qualquer receio de assumir o controlo. 

  

2 – Doggy style/de quatro (20%) 

Não exige grande ligação entre o casal pois não existe contacto visual. É uma posição que garante penetração profunda e prazer para os homens, ainda que possa não ser muito confortável para as mulheres. A especialista refere que é mais popular entre eles pois permite que fantasiem sem olhar para a parceira. 

 

1 - Missionário (27%) 

Diz Juliette Karaman que estamos perante uma posição preferida por pessoas tímidas e com pouca confiança. É mais popular entre as mulheres e é uma posição que dá controlo ao homem. Realce ainda para o facto de permitir que o casal se sinta ligado. 

Sem comentários:

Publicar um comentário