3.2.21

praticar desporto ao ar livre durante o confinamento: sim ou não?

Confesso que ponderei sobre este texto. Até porque tudo o que envolve opiniões sobre a covid-19 pode dar origem à Terceira Guerra Mundial, que se disputa num campo de batalha virtual. Poderia também fazer algo que está na moda, que passa por defender uma opinião e na prática fazer o oposto. Mas prefiro ser sincero, para o que der e vier. 

Antes, revelo que passei o primeiro confinamento a treinar em casa. E que não frequento um ginásio desde Março de 2020. Deixei de ir antes de fecharem e não voltei a ir depois de abrirem. Nada tenho contra os espaços, mas não me sinto seguro para o fazer. A minha decisão inicial estava sobretudo (ainda que não só) relacionada de estar em casa com a minha mulher, então grávida. 

 

Agora, a Sílvia está de volta ao trabalho (irá manter-se assim) e eu continuo em teletrabalho, sozinho em casa até ao final da tarde. Além disso, desde o início que sou eu que saio de casa sempre que é necessário ir às compras. Sendo que também saí em trabalho. Nestes moldes, irei praticar desporto ao ar livre. O que no meu caso se traduz em corridas. Mas não é só por isto que não me incomoda que as pessoas pratiquem desporto ao ar livre. Defendo apenas que devem ser tidas em conta algumas medidas que sempre defendi e que consigo colocar em prática com facilidade. 

 

O meu horário de trabalho permite-me ir correr num horário em que muitos ainda trabalham. Logo, há menos gente na rua. Além disso, vou sozinho. Como sempre fui. Não desafio amigos para se juntarem a mim num treino de grupo que se transforma num convívio. Também não me cruzo com pessoas (afasto-me sempre que necessário) e apesar de ter uma bela zona para correr perto de casa, opto por correr em locais onde existem poucas pessoas. O que se traduz num risco de contágio praticamente nulo. Quando as pessoas conseguem fazer o mesmo, creio não existir problema. Só que, infelizmente, nem sempre vejo isso. Vejo muitos a usarem o desporto como desculpa para fazer outras coisas. 

 

Daí partilhar este texto. Querem praticar desporto ao ar livre? Vamos a isso, que o corpo e a mente agradecem. Mas com muitos cuidados, como estes que aqui partilho: 

 

-Praticar desporto sempre sozinho; 

-Evitar as horas de maior afluência de pessoas; 

-Evitar locais muito procurados; 

-Manter distância de segurança dos outros. 

 

Se não conseguem cumprir estes três requisitos, defendo que optem por outras formas de treino, como é o caso do treino em casa. Porque eu, no dia em que não conseguir cumprir o que entendo ser imprescindível para um treino ao ar livre, serei o primeiro a ficar em casa. 

Sem comentários:

Publicar um comentário