4.5.20

quarentena é sinónimo de mais sexo e de mais testes de gravidez

Existem muitas teorias relacionadas com a quarentena que tem sido vivida um pouco por todo o mundo e que leva a que muitos casais estejam (ou tenham estado, durante muitos dias) fechados em casa. Já ouvi dizer que vão existir muitas separações. Tal como existem aqueles que defendem que poderá vir aí um baby boom. Estou tentado a acreditar na última hipótese. Isto com base naquilo que vos quero contar agora.

Ao que parece, o isolamento social levou a um maior número de relações sexuais. O que é normal. Se um casal está fechado em casa e tem muito mais tempo livre, poderá fazer sexo com maior frequência. E isto parece bater certo com o facto de que dispararam as vendas de testes de gravidez. Ou seja, há mais sexo e com menores precauções. Esta poderá ser uma leitura rápida de fazer.

A cadeia de lojas Poundland fez saber que a venda de testes de gravidez disparou. Para ser mais específico, falo de um aumento de 25% nas últimas semanas. "Com base nas nossas vendas, o Reino Unido deverá preparar-se para um baby boom pois os casais estão mais entretidos com outras coisas do que a ver televisão ou a montar puzzles", explica Tim Bettley, responsável de vendas da Poundland, em declarações ao Daily Star.

Londres é uma das cidades nas quais se verifica um aumento do número de vendas de testes de gravidez. É certo que estes dados dizem respeito ao Reino Unido, mas os próximos meses vão dar resposta à previsão de Tim Bettley. Tanto em Inglaterra como no resto do mundo, principalmente nos países mais afectados pelo coronavírus e com maior tempo de confinamento.

Sem comentários:

Publicar um comentário