1.5.20

pandemia pode roubar neymar e outros craques ao paris saint-germain

O futebol está prestes a voltar e prevê-se uma nova polémica no futebol francês. Sendo que esta está directamente relacionada com a pandemia de coronavírus. E como ponto de partida digo-te que a Federação Francesa de Futebol já tem data para o arranque da Ligue 1, o principal campeonato de futebol do país. Será a 17 de Junho que a bola deverá voltar a rolar. Só falta saber se Neymar, entre outros nomes, estará presente no momento do arranque do resto da temporada.

Agora, entra a política em campo. Emmanuel Macron, presidente francês, já fez saber que o isolamento social deverá manter-se até 11 de Maio. Até esta data as fronteiras irão manter-se fechadas para todos os países que não pertençam à União Europeia. É aqui que tem início a apreensão do balneário do milionário Paris Saint-Germain.

Neymar é um dos craques do campeão francês. O jogador brasileiro, de 28 anos, viajou para o Brasil, onde tem cumprido o isolamento social. Esta medida foi seguida por Edison Cavani (uruguaio) e Keylor Navas (costa-riquenho), que também viajaram para os respectivos países. E que agora podem não conseguir regressar a Paris.

Ao contrário de Thiago Silva, nenhum dos restantes jogadores tem nacionalidade francesa. O que faz com que tenham as fronteiras fechadas. O que poderá fazer com que não se possam juntar à equipa naquela que será uma espécie de segunda pré-temporada. Algo que permitirá atacar o que falta da temporada. Sem esquecer que o clube aposta forte na Liga dos Campeões.

A ausência de Neymar e companhia será o pior dos cenários. Sendo que existe uma opção dispendiosa, que poderá servir para driblar as autoridades francesas. Caso optem por viajar em vôos particulares – aquilo que provavelmente irá acontecer – os jogadores devem conseguir evitar as restrições do executivo francês.

Sem comentários:

Publicar um comentário