11.4.20

jon jones, campeão no octógono, uma dor de cabeça fora dele

É considerado um dos melhores lutadores da história do UFC. E tem um registo que fala por si. Em 21 combates, Jon Jones soma duas dezenas de vitórias e somente uma derrota. O que faz com que tenha um percurso ao alcance de poucos. E numa altura em que as pessoas estão a ser aconselhadas a ficar em casa em isolamento social, talvez esta tivesse sido uma boa dica para o lutador.

É que Jon Jones acaba de ter mais um problema com as autoridades. Desta vez, o norte-americano, de 32 anos, envolveu-se em problemas com agentes de autoridade, acabando detido em Albuquerque, Novo México. Jon Jones foi acusado de conduzir sob a influência de álcool. Bem como posse de arma de fogo. Com a agravante desta alegadamente ter sido disparada minutos antes da detenção.


Segundo dados avançados pelas autoridades, Jon Jones foi encontrado num parque de estacionamento por volta da uma hora da madrugada. As autoridades chegaram até este local depois de relatos terem dado conta de um disparo na zona. Quando os agentes se depararam com o lutador, este estava sentado no lugar de condutor de uma viatura. Na sua posse tinha a arma de fogo, bem como uma garrafa de bebida alcoólica. A isto juntam-se outros detalhes. É que o campeão de pesos meio-pesados também não tinha na sua posse o título de seguro da viatura em que estava.

Este não é o primeiro problema que Jon Jones tem com as autoridades norte-americanas. Destaca-se outro episódio, acontecido em 2015. Nesta altura, o lutador provocou um acidente ao conduzir sob influência de drogas. A situação aconteceu igualmente em Albuquerque e fez com que o atleta perdesse o título de campeão do UFC que detinha na época.

Sem comentários:

Publicar um comentário