30.4.20

fica a saber como deves usar máscara para não teres lesões no rosto

Hoje é o dia em que os portugueses vão ficar a saber o que se segue. Depois de muitas semanas em isolamento, a vida irá começar a voltar à "normalidade". A saída de casa irá significar que teremos de usar máscara de protecção em diversas ocasiões. Numa seremos convidados a isso enquanto noutras será uma forma de nos sentirmos mais seguros, por iniciativa própria. Para que não venhas a ter complicações na pele do rosto, existem diversas medidas que deverá adoptar sempre que usares máscara. "O uso prolongado de máscara pode danificar a pele do rosto e é importante adoptar alguns cuidados antes e após a sua utilização para diminuir o risco de lesões", refere Pedro Mendes Bastos, médico dermatologista que é o autor de um artigo partilhado no site da rede de hospitais CUF.

Que impacto pode a utilização de máscara ter na pele da face?


O médico dermatologista começa por abordar o impacto da utilização da máscara. "Com a utilização prolongada, as alterações mais frequentes em áreas de contacto na face correspondem a lesões que inicialmente são apenas descamação ou vermelhidão ligeiros, mas que podem evoluir para eczema irritativo. Lesões dermoabrasivas, como feridas superficiais (erosões), também são uma preocupação, especialmente com máscaras que exerçam demasiada pressão na pele (por exemplo, as máscaras do tipo FFP2)", refere o profissional.

Antes de colocares a máscara deverás ter, na opinião de Pedro Mendes Bastos, alguns cuidados. "Caso sinta alguns dos sintomas descritos acima, é legítimo colocar um tecido/compressas de algodão entre a pele e a máscara, por forma a reduzir o potencial irritativo durante a sua utilização", argumenta o médico dermatologista.

O que fazer quando não a estiveres a usar


Pedro Mendes Bastos dá a conhecer ainda algumas dicas para os momentos em que não estiveres com a máscara colocada no rosto. "Até ao período de repouso, deve proceder à substituição da máscara sempre que esta ficar húmida ou danificada. Em período de repouso, pode estar indicado reforçar a hidratação da pele com cremes emolientes. É recomendado utilizar cremes com formulações simples e com os quais já tenha uma boa experiência de utilização. Se no seu dia-a-dia precisar de utilizar máscara por longos períodos, deve ser evitada a aplicação de cremes com potencial irritativo na face, nomeadamente cremes anti-envelhecimento (contendo retinoides, alfa-hidroxiácidos) ou a realização de limpezas de pele, esfoliações ou peelings", termina.

Sem comentários:

Publicar um comentário