13.3.20

Vamos esquecer o egoísmo por um pouco, ok?

Praticar desporto é das coisas que mais gosto de fazer na vida. Sendo que, nesta fase, este prazer traduz-se em idas ao ginásio (na sua maioria). Quando não treino, acabo por sentir falta de tudo aquilo que de bom a prática de actividade física me proporciona.

Há alguns dias tomei a decisão de não frequentar o ginásio. Decisão que irei manter por tempo indeterminado. Não porque não me sinta seguro no espaço que frequento (Kalorias – Seixal), que até melhorou as condições de higiene, impondo regras mais duras aos membros, mas porque não posso ser egoísta neste momento. Aliás, nenhum de nós pode.

Se fosse uma decisão egoísta, manteria os treinos. Mas não posso esquecer que vivo com uma mulher extraordinária, que está grávida. Que lido com os meus pais, sobrinha, restantes familiares e muitas outras pessoas. E não quero correr o risco de ser eu (porque nenhum de nós está 100% seguro) a transmitir o vírus aqueles que me rodeiam.

Por isso, deixo um apelo a todas as pessoas que gastam o precioso tempo das vossas vidas a ler as coisas que escrevo e partilho no blogue e redes sociais. Não sejam egoístas. Não nos podemos dar a esse luxo neste momento. Tomem todas as decisões a pensar nos outros. A começar pelos que vos estão mais próximos e a acabar nas pessoas que vos rodeiam e que não conhecem de lado nenhum.

Está na altura de adaptar as nossas rotinas a outras que sejam seguras. No caso do desporto, pratiquem em casa o que for possível. Ou ao ar livre, se existirem condições de segurança para que isso aconteça. Se leste o texto até ao fim, o meu profundo obrigado.

Sem comentários:

Publicar um comentário