4.3.20

o que devo fazer para ir ao ginásio com esta loucura do coronavírus? a resposta é simples

A pior coisa que pode acontecer numa altura de “crise” é causar pânico junto das pessoas. Mas é isso que a comunicação social tem feito em relação ao coronavírus. E as coisas até nem estavam muito más, porque não existiam casos em Portugal. Só que agora já existem quatro (à hora que escrevo este texto e segundo informações que acabei de ver) e prevejo que as pessoas entrem num histerismo desnecessário que não ajuda em nada.

Tenho optado por não falar muito sobre o vírus e adapto agora a um cenário real. Pessoa como eu, que gostam de treinar, o que devem fazer caso continuem a ir ao ginásio? A resposta é a mais simples de todas: devem fazer tudo aquilo que deveriam fazer sempre. Até porque estamos na época da gripe sazonal.

Vamos partir do princípio, até porque isto não depende de nós, que os ginásios limpam com frequência (possivelmente mais nesta altura) locais de grande contacto. Como é o caso de portas, maçanetas e até materiais de treino. Agora, seguem-se comportamentos que devem ser nossos, não apenas por medo do coronavírus mas SEMPRE. Porque são excelentes para prevenir diversas situações.

Deves lavar bem as mãos com água e sabão (álcool e gel desinfectante também são uma opção) antes e, principalmente, depois do treino. Durante o treino nunca deverás tocar com as mãos no rosto. Não limpes o suor com as mãos nem esfregues os olhos com as mãos. Deves utilizar uma toalha para esse efeito. Se tens sintomas de que não estás bem, não vás ao ginásio. Assim, não contaminas ninguém com qualquer vírus.

Em jeito de informação adicional, fica a saber que o suor sozinho não leva, por norma, à transmissão de vírus perigosos nem infecções bacterianas. “Alguns deles podem viver até 96 horas em superfícies e é por isso que queres enxugar o suor. Eles morrem muito mais rápido quando secam”, conta Tara C. Smith, professora de epidemiologia da Kent State University, em declarações à Men's Health.

Sem comentários:

Publicar um comentário