6.3.20

o meu nome é vírus, coronavírus e não gosto do james bond

O número de casos de coronavírus tem levado ao cancelamento e adiamento de diversos eventos. Jogos de futebol, corridas e até a rodagem de filmes são apenas alguns exemplos de acções que acabaram por não se realizar. Não será de estranhar que alguns filmes também venham a ter as estreias adiadas, como é o caso de 007: Sem Tempo Para Morrer.

A estreia estava agendada, em Portugal, para 9 de Abril. Sendo que os autores do MI6-HQ, o mais importante grupo de fãs do universo James Bond, escreveu uma carta a solicitar que a estreia seja adiada para o Verão. Pedem que produtores e distribuidores coloquem a saúde pública acima das “datas de estreia e marketing”.

Temem também que a data original acabe por ser muito má para a estreia do 25º filme da saga cinematográfica dedicada a James Bond, e o último com Daniel Craig. Sem esquecer a saúde das pessoas que marquem presença nas estreias. Na carta é referido que vários países decidiram fechar monumentos e até suspender a rodagem de filmes. Como acontece com Itália, França, Suíça, Coreia do Sul e Hong Kong. Olhando para estes, estamos a falar de 38% da receita de bilheteira de 007: Spectre, filme que estreou em 2015.

É pedido que a estreia seja no Verão porque nesta altura, de acordo com a previsão dos especialistas, a pior fase do vírus já fará parte do passado. “É apenas um filme. A saúde e o bem-estar dos fãs à volta do mundo, e as suas famílias, é mais importante. Esperámos todos mais de quatro anos por este filme. Mais alguns meses não vai prejudicar a qualidade do filme e apenas ajudará os resultados de bilheteira para a despedida de Daniel Craig”, concluem.

Agora, surge a confirmação de que 007: Sem Tempo Para Morrer será mesmo adiado. A nova data de estreia passou a ser 20 de Novembro de 2020. 

Sem comentários:

Publicar um comentário