2.3.20

coronavírus leva a um menor consumo de cerveja

Já aqui tinha dito que existiam pessoas que acreditavam que o Coronavírus vinha de cerveja Corona. Na altura referi que existiam muitas pesquisas em torno desta associação. Na verdade, o crescimento no Google tinha sido brutal. Aquilo que parecia ser uma brincadeira era afinal uma triste realidade. E digo triste porque, como é óbvio, não existe qualquer relação entre a cerveja mais popular do México e a doença que está a afectar dezenas de milhares de pessoas em todo o mundo.

Também tinha referido que esta associação não estava a ter impacto junto da marca. Mas tudo isto mudou. Agora, e com base em dados de um estudo recente, existem menos pessoas a consumir Corona. E o motivo, qual é? Isso mesmo, o Coronavírus. 38% dos inquiridos garantiram que não compram esta cerveja, seja qual for a circunstância. Por outro lado, existem aqueles que a consomem, sendo que não o fazem em público.

As pessoas, infelizmente associam uma má imagem à bebida e ao nome da mesma. Ainda que, volto a dizer, não exista qualquer relação entre ambos. E o mais estranho é que existem fanáticos que tendem a associar a doença ao consumo desta cerveja. O estudo, realizado pela 5W PR e publicado no New York Post, está a ser bastante criticado, sendo acusado de ser tendencioso e ter o objectivo de manipular a opinião. Um representante da Corona já fez mesmo saber que as vendas da marca continuam fortes.

Sem comentários:

Publicar um comentário