1.3.20

"comprar roupa para as meninas é muito mais giro". será?

Ao longo dos últimos anos, a minha experiência de compra de roupa para crianças resumiu-se a compras para a minha sobrinha. Ou para filhos de alguns amigos. E nada mais do que isto. Ou seja, nunca tinha perdido muito tempo a olhar para a secção de criança de nenhuma loja. Até que tudo muda. Até que ficamos a saber que vamos ser pais. Passámos os primeiros três meses de gravidez sem fazer compras e, a partir daí, aquilo que escolhíamos era algo que dava para menino e menina.

Até que descobrimos que vamos ser pais de uma menina. E que já podemos comprar coisas para menina. É aqui que entra aquele chavão do "comprar roupa para as meninas é muito mais giro", algo que sempre ouvi. Com diversas pessoas a dizerem que a escolha é maior, que as roupas são mais bonitas e por aí fora. Mas será mesmo assim? Assumo que a minha experiência ainda é curta, mas desconfio desta ideia.

Até aceito que possa ter azar. Nas lojas que frequento ou nas coisas de que gosto. Mas existem algumas coisas com as quais fico ou pouco desiludido. Por exemplo, olhando para a roupa das diversas lojas, fico com a ideia de que as meninas são quase obrigadas a vestir cor-de-rosa. Parece ser uma regra obrigatória, tal é a quantidade de roupa desta cor. Depois, é também quase obrigatório ter flores estampadas na roupa. E estes são apenas dois exemplos dos muitos que poderia dar.

Depois, basta olhar um pouco para o lado dos meninos. Não vemos tudo azul. Nem vemos um padrão que se destaca dos demais. Existe, aos meus olhos, uma maior diversidade de escolha. Com isto não estou a dizer que só existem coisas cor-de-rosa e com flores para elas. Mas é certo que é uma cor que se destaca em praticamente todas as lojas. E que é um padrão que também parece destacar-se dos demais.

Sem comentários:

Publicar um comentário