15.11.19

mundet factory e como dar a volta ao mundo com seis cocktails de autor

Falar da Mundet Factory é falar de um projecto especial para mim. Que sinto como se fosse meu. Até porque é de um amigo de infância, que os portugueses ficaram a conhecer através do MasterChef. É também uma espécie de segunda casa porque passo lá muito tempo. O que faz com que vá acompanhando tudo aquilo que tem sido criado.

A terceira carta de bar não é excepção. Sabia o que aí vinha e não tenho dúvidas de que será um sucesso. Sendo um apaixonado por comidas do mundo, João Macedo quis transportar, pela primeira vez, esses conceito para o bar. “Depois de ter homenageado as rotas comerciais, daquela que foi a maior exportadora mundial de cortiça, no restaurante, quis fazer algo semelhante no bar. A ideia de dar a volta ao mundo sem sair do Seixal ganha vida com seis deliciosos cocktails de autor”, conta o chef e proprietário da Mundet Factory.

American Dream (América do Norte), La Bella Mafia (Europa), Niwa Roku (Ásia), Cartel de los Muertos (América Central), Shaka Zulu Wild Monkey (África) e Fancy Haka (Oceânia) são as novas estrelas da carta de bar do espaço situado na zona ribeirinha do Seixal. “A ideia foi dar a volta ao mundo com uma diversidade de sabores que consegue conquistar os diferentes tipos de clientes que nos visitam. Algo que é um conceito novo para nós, no que ao bar diz respeito. E mais do que oferecer bebidas de qualidade, a nossa equipa de bar trabalhou detalhadamente na apresentação de todas as bebidas. Acredito mesmo que o mais complicado será escolher”, refere.

Tiro ainda o chapéu ao João por ter decidido transformar a carta de bar numa revista. Uma ideia genial, que deu muito trabalho a fazer, mas que resultou muito bem. “É uma ideia que tinha há muito. Mais do que disponibilizar uma carta, quis ter algo mais. Assim, criámos a Mundet Zine, que é a nossa revista. Além da carta, será possível aprender a recriar um dos nossos cocktails de autor, ler uma entrevista com Joaquim Santos, Presidente da Câmara Municipal do Seixal, outra comigo, ficar a par da história da corticeira Mundet & Sons e ainda descobrir os segredos do Concelho do Seixal. É uma experiência que acredito que irá conquistar os clientes”, termina João Macedo.

Só falta mesmo deixar-vos o convite para que apareçam na Mundet Factory e de deixem levar pelos sabores. Acredito mesmo que o complicado será escolher um. Sugiro que juntem seis amigos, peçam um de cada e façam uma degustação.










Sem comentários:

Publicar um comentário