20.11.19

ele está de volta e assim tem mais piada

Depois de ter estado quase um ano no desemprego, José Mourinho está de volta ao activo. Apesar de ter sido apontado a diversos clubes de diferentes países, o Special One está de volta a Inglaterra. Aliás, está de regresso a Londres, por onde já passou duas vezes e onde mora. Sendo que as duas primeiras passagens foram pelo mesmo clube: Chelsea. Convém não esquecer que o último trabalho do treinador português também foi em Inglaterra, mas no Manchester United.

Goste-se ou não do treinador, José Mourinho faz falta ao futebol. E praticamente um ano sem o ver treinar uma equipa é um verdadeiro desperdício de talento. Pessoalmente, fico feliz por vê-lo regressar aquele que considero ser o melhor campeonato do mundo. Ainda que ache que não está no mesmo patamar que o Manchester City de Guardiola ou o Liverpool de Klopp. Por outro lado, acho que mais facilmente consegue ser campeão no Tottenham do que no Manchester United.

"Estou entusiasmado por me juntar a um clube com tão grande legado e com adeptos tão apaixonados"


“Estou entusiasmado por me juntar a um clube com tão grande legado e com adeptos tão apaixonados. A qualidade da equipa e da formação entusiasma-me. Trabalhar com estes jogadores foi o que me atraiu”, diz Mourinho, citado num comunicado do Tottenham. Agora, seguem-se diversos desafios para o treinador português. O primeiro é recuperar uma equipa que está a fazer uma época verdadeiramente decepcionante. Especialmente a nível interno.

De resto, ainda que o clube seja diferente do anterior, estou curioso para ver como José Mourinho irá lidar com os jogadores. E digo isto porque considero que existe alguma dificuldade em adaptar-se à nova geração de jogadores. Aqueles que não vivem sem redes sociais e que ligam muito à imagem, como era o caso de Pogba no Manchester United. Mourinho sempre lidou com jogadores diferentes e com esses a relação foi perfeita.

A isto junta-se uma curiosidade. É que Mourinho foi sempre despedido em Inglaterra. Foi assim nas duas passagens pelo Chelsea e também no Manchester United. Sendo que ao longo da carreira, o português já levou para casa qualquer coisa como 66 milhões de euros em indemnizações. Não escondo que o meu clube em Inglaterra é o Manchester United, mas passo a ter um carinho especial pelo Tottenham de Mourinho.

Sem comentários:

Publicar um comentário