6.4.17

publicidade? pornografia? muito mais do que isso?

Provavelmente muitas pessoas nunca ouviram falar da marca de roupa norte-americana Eckhaus Latta (assumo que faço parte desse grupo). Mas os criadores da marca – Mike Eckhaus e Zoe Latta – conseguiram fazer com que seja conhecida mundialmente. Tanto que o site da Eckhaus Latta não aguentou o número de visitantes. O mais curioso é que não são falados pelo que criam.

Para a campanha da colecção Primaver-Verão 2017 a dupla decidiu ter casais a fazer sexo em frente à máquina fotográfica. Não se trata de uma simulação mas de sexo real. Com isto quiseram passar uma mensagem positiva em relação ao sexo, corpo e sexualidade. Assim que a campanha foi partilhada online o site foi abaixo. E a dupla está contente com as reacções positivas que têm recebido.








Na realidade tudo é deixado à imaginação. A campanha, mesmo não escondendo que existiu realmente sexo, nada mais mostra do que as mamas de uma modelo. O resto, é assumido por todos nós com base naquilo que nos é transmitido. Dizer que isto não passa de pornografia sem gosto é apenas uma das formas de analisar a situação.

Questionar a forma como encaramos campanhas que assumem claramente uma mensagem para a sociedade é outra das formas de lidar com o assunto. E talvez este seja o ponto mais interessante de tudo isto. Não será uma coincidência que a campanha represente os tipos de relações existentes na sociedade, alguns deles ainda com uma reputação muito má, e não me refiro apenas às relações homossexuais pois muitas pessoas ainda não aceitam relações com pessoas de raças diferentes.

E nesse sentido esta campanha tem muita importância. É certo que não irá chocar ninguém porque não deverá estar em nenhum outdoor. A forma de descobrir esta campanha é nas redes sociais da marca ou nas notícias e textos que se multiplicam sobre o tema. E talvez isto suscite a curiosidade de muitas pessoas. Que vão olhar para estas imagens com um olhar que vá além da pornografia.

Sem comentários:

Publicar um comentário