15.3.17

o sexo vende. é meio caminho andado para muita coisa

Qualquer pessoa que dedique alguns minutos às redes sociais irá rapidamente perceber que as mesmas estão cheias de fotos ousadas. Apesar de alguma censura que ainda é feita ao corpo feminino (os mamilos não podem aparecer) facilmente se encontram fotografias que se destacam pela ousadia, ausência de roupa e poses mais ou menos sensuais e mais ou menos provocatórias.

Há quem tente passar a ideia de que são fotos ocasionais. Que são partilhadas quase por mero acaso. Podia ser uma imagem de uma paisagem mas calhou ser uma de um corpo escultural (depende dos gostos). Há quem tente passar a imagem de que estas fotografias não têm qualquer objectivo associado. Por outro lado, há quem seja sincero e vá directo ao assunto. E assuma que "sexo vende", como é o caso de Sahara Ray, uma das muitas mulheres que inunda as redes sociais com fotos ousadas.

E a verdade está toda naquelas duas palavras. Uma estratégia que muitas pessoas seguem. Uma estratégia que é tão válida como outra qualquer. E facilmente se percebe que as pessoas que escolhem este rumo costumam ter em comum um mar de seguidores nas redes sociais. Que são "atraídos" pelas fotos. E quanto maior for o número de seguidores, maior será a atenção das marcas que têm interesse em promover produtos que podem ser associados às pessoas em questão. E de repente, um biquíni que até podia passar despercebido chega a uma imensidão de pessoas. E se uma pequena parte dessas pessoas comprar um igual já é um sucesso.

E não é apenas nas redes sociais que o "sexo" é um negócio. Ou meio caminho andado para muitas coisas. Muito antes da febre das redes sociais existiu a febre das famosas sex tapes. Que eram uma estratégia para alcançar a fama. Estes vídeos continham aquilo que aparentava ser uma sessão de sexo entre um casal. Que por acaso decidiu gravar a relação sexual. E que por um qualquer incidente esse vídeo acaba partilhado com o mundo. Cria-se a ideia de que foi tudo um acidente quando em diversos casos foi uma estratégia para atingir o estrelato mundial. Paris Hilton e Kim Kardashian são dois bons exemplos desta teoria. E a prova de que o sexo vende. Sempre vendeu. E provavelmente sempre irá vender.

Sem comentários:

Publicar um comentário