27.3.17

estou? quem fala?

O telefone toca.

Eu - “Estou! Boa tarde”

Do outro lado - “Estou a ligar para o sítio XPTO?”

Eu - “Não”

Do outro lado - “De onde fala?”

Eu - “Para que número pretende ligar?”

Do outro lado - “Deixe estar” e desliga.

A pessoa liga. Nitidamente para o número errado. Até pelo nome que disse. Não satisfeita com isso, quer saber para onde está a ligar. Ao mesmo tempo que recusa dizer o número para que pretende ligar. A pessoa faz a chamada. Mas quase que exige que seja a outra pessoa a dizer tudo sobre uma chamada errada.

Adoro este fenómeno nos telefonemas. Que tanto acontece em números fixos – como foi o caso – como em números de telemóvel. Quem liga quer sempre respostas mas raramente está disponível para responder a perguntas. Mesmo que sejam tão simples como mencionar um número.

Sem comentários:

Publicar um comentário