20.12.16

para quem vive uma relação à distância

Nunca fui adepto de relações à distância. Mas também confesso que nunca tinha pensado numa aplicação que pudesse ajudar os casais que estão afastados por uma grande distância. E não me estou a referir de algo como o skype. Aquilo de que falo é mesmo o Kissenger, um acessório que é colocado na base do smartphone. Um pequeno objecto que permite que os casais se beijem à distância.

Agora vamos à parte estranha. Os casais só têm de beijar a parte plana deste objecto. Os sensores existentes nessa parte acabam por transmitir a informação para o outro aparelho, activando pontos de pressão que acabam por simular o beijo. Ao que parece a equipa que criou o aparelho quer fazer com que o mesmo seja ainda mais realista.

Felizmente não vivo uma relação à distância. Mas duvido que o Kissinger fosse a solução para encurtar a distância e para tornar a ausência física numa proximidade ilusória. Mas isto sou eu que gosto de novas tecnologias apenas até um determinado limite. E beijar superfícies planas de modo a activar pontos de pressão é algo que vai muito além desse limite.

Sem comentários:

Publicar um comentário