29.12.16

elas mandam no futebol

Existe a ideia de que o futebol é decidido apenas com os lances de génio de Cristiano Ronaldo e Messi, entre outros. Mas há muito que isto é apenas um pequeno detalhe no futebol. Longe vão os tempos em que os jogadores mal treinavam e limitavam-se a jogar. Agora tudo é diferente. E Mona Nemmer é exemplo disso mesmo. Esta jovem alemã é uma das responsáveis da excelente época que o Liverpool está a fazer no campeonato inglês.


E o mérito é de Jurgen Klopp, o treinador que a resgatou a um clube alemão e que soube que necessitava do seu apoio para mudar a vida dos jogadores. E o que faz esta senhora? É nutricionista. A principal do clube. E a responsável pela mudança das vidas dos jogadores que, curiosamente, rendem muito mais desde que está no clube inglês.

E este é apenas um exemplo. Hoje em dia destacam-se pessoas como Mona. Mas também os fisiologistas e tudo mais. O treino físico quase que passou a ser um mero "detalhe" na vida dos jogadores. Os clubes preocupam-se com as alimentações, com as horas de descanso, com a recuperação entre jogos e é tudo estudado ao detalhe. E de forma individual. Não é a mesma receita para todos. Porque os jogadores são diferentes.

Nos dias que correm são elas, mulheres como Mona Nemmer, que mandam no futebol. E tantas outras pessoas que passam despercebidas porque nunca marcam um golo daqueles que levantam um estádio. E esta parte é que faz toda a diferença. Não menosprezando o talento do treinador e a forma como gere os homens que comanda. Mas mesmo o melhor treinador do mundo pouco consegue fazer sem as Monas e sem todos aqueles que são muito importantes mas que ninguém conhece.

PS - Para aqueles que ficam indignados com o ordenado de Cristiano Ronaldo... um jogador argentino - Tévez - vai jogar para a China onde irá ganhar... 40 milhões de euros por ano. Não é erro. São mesmo 40 milhões de euros por ano. E o contrato é de dois.

Sem comentários:

Publicar um comentário