8.11.16

um em cada cinco portugueses assume isto

Não sou a pessoa que já viajou mais vezes de avião. Aliás, estou muito longe das viagens que gostava de ter efectuado. Mas já fiz as suficientes para poder fazer parte de uma estatística que parece ser comum aos portugueses que viajam de avião. Mas afinal o que se passa com as mulheres e os homens nos aviões? Diz que um em cada cinco portugueses assume ter tentado ter um caso com um(a) comissário/hospedeira de bordo. E digo já que estou na parte dos quatro.

As pessoas entrevistadas têm diversos motivos para tentar ter algo com um comissário ou com uma hospedeira. 35% dos inquiridos dizem que o fizeram por achar que a pessoa é atractiva. 24% porque ouviram histórias picantes sobre as pessoas que têm aquela profissão. 21% apenas porque tinham vontade de experimentar. Será que estas pessoas têm sucesso? Já lá vamos...

Das pessoas que tentaram ter algo, 45% assume que foi olhada de lado no momento da tentativa. 33% diz que o jogo de sedução teve continuidade. 13% revelam que os funcionários evitaram o contacto com a pessoa durante o resto da viagem e 9% foram advertidos pela tentativa. Os números dizem ainda que eles tentam a sua sorte o dobro das vezes que elas tentam.

A título de curiosidade, e num outro estudo – já agora este é da Jetcost – foi revelado que 14% dos assistentes de bordo britânicos já tentaram ter relações sexuais com um passageiro durante o voo. Voltando aos portugueses e ao resultado do estudo. Parece que apenas 9% dos que tentam algo é que têm sorte ou são bem sucedidos. Esta é a percentagem de pessoas que combinam encontrar-se (e o encontro acontece mesmo) com os assistentes de bordo.

Sem comentários:

Publicar um comentário