20.10.16

já ganhei o dia. obrigado joana

Ano após ano o meu pai reúne-se com os camaradas que estiveram com ele na guerra, que não sendo de nenhum deles, acabou por ser de todos. Este ano, e sabendo que tinha editado um livro, alguns dos amigos do meu pai quiseram receber um exemplar de Nunca Sem Ti. E foi com muito orgulho que tive a oportunidade de fazer chegar um exemplar a várias pessoas que estão marcadas na vida do meu pai.

Até que hoje abro o mail do blogue e tenho um email da Joana que me diz que acompanha o blogue há algum tempo. Isto já me deixa sorridente porque é bom saber que se chega a alguém com algo tão banal como palavras, ideias e pensamentos que se partilham num blogue. Mas o melhor estava para vir. “No outro dia, o meu pai chegou a casa com o livro que escreveste, que o teu pai lhe trouxe num encontro e eu mostrei-lhe o teu blog”, foi o que li.

Não podia começar melhor o dia. Gosto destas felizes coincidências da vida. Gosto destes momentos que valorizo bastante. E já ganhei o dia. Ninguém me irá roubar o sorriso à Marreta que está estampado no meu rosto. Obrigado Joana. Soube mesmo muito bem.

Sem comentários:

Publicar um comentário