19.6.12

para elas e para eles

Ao longo dos tempos os homens têm sido separados das mulheres. Quer seja numa casa-de-banho, num vestiário, numa sauna ou mesmo num balneário. Homens para um lado, mulheres para o outro. Não há misturas. Existem casos em que nem a mesma escola pode ser partilhada por ambos os sexos. Esta divisão tem muito que se lhe diga e não é isso que me leva a escrever.

Escrevo sobre isto porque há formas mais divertidas e menos aborrecidas de explicar onde devem entrar as mulheres e onde ficam os territórios proibidos para os homens. Durante o tempo em que estive no Algarve deparei-me com as placas de WC mais giras que já vi. Na momento de ir à casa-de-banho não consegui evitar um sorriso e fotografar as mesmas, para espanto de algumas pessoas que ali estavam.





25 comentários:

  1. As placas estão muito engraçadas. Simples e diferentes:)

    Vanessa

    ResponderEliminar
  2. Adorei as placas, nunca encontrei nenhumas tão originais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já tinha visto algumas coisas mais fora do normal mas estas ganham na originalidade

      Eliminar
  3. Falando em separacão de sexos, a separação que mais me custou e que não percebi à primeira foi no Muro das Lamentações. Fui com um amigo e eramos tão incultos no assunto um como o outro. A cena foi caricata, iamos a entrar e umas senhoras começaram com uns gritos, puseram as mãos à cabeça e começaram a puxar pelo braço do meu amigo, para ele não entrar. Pensámos que a entrada não era por ali. Iamos,assim, embora para o outro lado. De novo, as senhoras aos gritos e com as mãos na cabeça, agora a agarrarem no meu braço para eu não ir embora. Só alguns minutos depois, entendemos que cada um tinha de ir por uma entrada diferente.
    Quanto às placas, são realmente o máximo. Só não entendo uma coisa, aquele círculo na silhueta feminina. Será que é o coração? Será que é uma mensagem mais porfunda que transmite a ideia de que a mulher tem e o homem não? Atenção, eu não concordo minimamente com essa ideia. Que fique aqui bem claro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Belo relato de uma separação de sexos. Quanto à placa... deve ser isso, é o coração da mulher. Grande e redondo :)

      Eliminar
    2. Nãããã, o seio é o que sai para fora, não o que está lá dentro. Não sei se soou bem. Mas fiz-me entender, certo? :)

      Eliminar
  4. Muito giro! Também já vi umas engraçadas e tirei fotos. Mas depois apaguei...

    Adoro coisas diferentes e criativas! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao longo da minha vida também tenho visto muitas coisas giras que me fazem rir. Fotografo algumas que mais cedo ou mais tarde acabam por ser apagadas. Com o blogue isso mudou. Assim, coloco aqui :)

      Também adoro criatividade!

      Eliminar
    2. Há uns anos tirei um curso de comunicação, estratégia e criatividade. O formador é do melhor que pode haver! Sei que a partir desse mês intensivo de formação, comecei a ter "ideias" mais "loucas" e sair do quadrado. :)

      Eliminar
    3. Adoro cursos desses e que apresentam resultados :)

      Eliminar
    4. naquela altura ninguém dava grande importância á criatividade. Foi em 2004. Recordo-me de termos um grupo e tínhamos que elaborar uma publicidade alusiva à cidade de Coimbra e à marca Absolut Vodka (publicidade desde sempre genial,da melhor para mim) Estávamos a estudar o caso da marca Absolut, a publicidade, evolução, blá, blá... Sei que tive uma ideia completamente fora do normal, no qual a igreja e muitas pessoas iriam contra mim. :D. Essa não conto, que pode valer milhões! ahahahahaa...

      Apresentam resultados sim, até para o nosso dia a dia com as pessoas, , trabalho, interacção :)

      Eliminar
  5. No finados Orkut eu tinha uma pasta de fotos (não minhas) divertidas sobre as casas de banho, bem criativas. Mas pessoalmente já vi umas bem interessantes, que retratam a diferença de gênero, e fotografei. Não deixa de ser uma forma inteligente e criativa de arte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O encanto das casa-de-banho no exterior passa pelas placas. No interior, pela literatura de wc :)

      Eliminar
    2. Sabes que existe pesquisa acadêmica utilizando-se dessas frase. Em Congresso de Sexualidade Humana em 2011 um médico pesquisador, apresentou sua pesquisa feita em uma maternidade pública do Rio de Janeiro em que ele colheu as frases escritas pelos pais diante da emoção do nascimento dos seus filhos, nas paredes da casa de banho da maternidade. Como homem é tido por vezes como difícil de manifestar emoção, ali eles se sentiam livres e expressavam o que sentiam. Muito interessante, criativo e perceptivo da parte dele.

      Eliminar
    3. Muito engraçado. Sei que em Portugal já foi lançado um livro com frases escritas em casa-de-banho de norte a sul do país

      Eliminar